Com novo acordo recorde, EUA já destinaram US$ 8 bi em 7 vacinas diferentes contra a Covid-19

Novo acordo é com farmacêutica francesa Sanofi SA e sua parceira britânica GlaxoSmithKline Plc; montante de US$ 2,1 bilhões deverá cobrir 100 milhões de doses.

Foto: Photonews via Getty Images

Os Estados Unidos fecharam o maior acordo por uma vacina candidata contra a Covid-19 desde o início da pandemia do coronavírus com a farmacêutica francesa Sanofi SA e sua parceira britânica GlaxoSmithKline Plc (GSK).

O montante de US$ 2,1 bilhões, R$ 10,8 bilhões, deverá cobrir 100 milhões de doses e o custeio dos testes e da produção do imunizante. Os EUA já fecharam acordos similares com outras seis parceiras: AstraZeneca, a Moderna, Pfizer/BioNTech, Novavax, Jansen Research & Development e MSD/IAVI.

Com este novo acordo, o valor gasto pela Casa Branca na Operation Warp Speed (iniciativa coordenada pela Casa Branca para impulsionar o desenvolvimento de vacinas contra o Sars-CoV-2 e garantir o acesso de uma fórmula exitosa à população americana) já passa de US$ 8 bilhões (R$ 41,3 bilhões).

Compartilhe