China troca Brasil por EUA na compra de 1 milhão de toneladas de soja

Negociadores da China e EUA colaboram para acordo comercial bilateral, além de contribuição na economia e saúde.

Foto: IvanBueno/ AG. Paraná

A China tem priorizado os Estados Unidos (EUA) na compra de soja, devido à desaceleração de vendas do Brasil, além de compromissos por causa do acordo comercial que a China possui com o governo de Washington, de acordo com a editoria de finanças do Yahoo.

As estatais, somente nas duas últimas semanas, compraram mais de 1 milhão de toneladas de soja dos EUA, com isenção de tarifas. Segundo comunicado do Ministério do Comércio da China, grandes negociadores de ambos os países se comprometeram a criar condições favoráveis para que um acordo comercial bilateral seja firmado. A colaboração com a economia e saúde pública também foi pauta do acordo.

A empresa agrícola Archer-Daniels-Midland, gigante no ramo, disse neste mês que estava animada com as compras da China até agora. A empresa tem a expectativa de que o país asiático compre cerca de 35 milhões de toneladas de soja dos Estados Unidos neste ano, de acordo com o diretor financeiro Ray Young.

Compartilhe