Cerca de 35 mil ligações clandestinas de energia são desativadas na Bahia

A Coelba reforça que a ligação clandestina, popularmente conhecida como “gato”, é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro.

Foto: Joá Souza/Ag. A Tarde

Cerca de 35 mil ligações clandestinas foram desligadas por técnicos da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) no primeiro semestre desse ano no estado. As informações foram divulgadas pela empresa. De acordo com a Coelba, a energia furtada durante esse período era suficiente para abastecer uma cidade do tamanho de Vitória da Conquista – município do sudoeste baiano que tem 3.705,838 km² – por um período de seis meses. A Coelba reforça que a ligação clandestina, popularmente conhecida como “gato”, é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Denúncias podem ser feitas de forma anônima através do 116 ou dos outros canais de atendimento da distribuidora. Além disso, a manipulação de circuitos energizados para a fazer a ligação clandestina provoca risco de acidente grave.

Compartilhe