Camila Moura indica proposta que incentiva ‘Sinal Vermelho’ no combate a violência doméstica

Na mesma sessão, Camila também indicou a avaliação da possibilidade de revisar e atualizar o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano do município (PDDU).

Foto / Créditos: FORTE NA NOTÍCIA

Um “X” vermelho na palma da mão se tornou uma saída para as mulheres vítimas de violência doméstica denunciarem seus agressores em todo o país. Pensando nisso, a vereadora Camila Moura (MDB) apresentou um Projeto de Lei que dispõe sobre a Campanha Constante do Sinal Vermelho e a implantação de medidas locais de combate e prevenção (MLCP) no município de Cruz das Almas.

“Precisamos implementar essas medidas locais para capacitar quais são esses empreendimentos, onde essa mulher pode buscar ajuda, e também que esses atendentes estejam qualificados para amparar nossas mulheres”, afirmou.

A edil solicitou ainda que o Poder Executivo avalie a possibilidade de elaborar e encaminhar ao Legislativo um Projeto de Lei que prevê a isenção de pagamento do IPTU para sedes próprias das filarmônicas no município, Lira Guarany e Euterpe Cruzalmense. “Infelizmente é uma matéria que não compete ao Poder Legislativo elaborar, então encaminho essa indicação ao prefeito, ao procurador geral e a Secretaria da Fazenda, que avaliem essa possibilidade de enviar o projeto”, acrescentou.

Na mesma sessão, Camila também indicou a avaliação da possibilidade de revisar e atualizar o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano do município (PDDU).

FORTE NA NOTÍCIA | 13 ANOS!

Compartilhe