Câmara pode votar nesta semana suspensão das dívidas de clubes de futebol durante pandemia

Segundo levantamento da CBF, pandemia provocou um prejuízo de R$ 4 bilhões para o setor.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta semana, na terça-feira (2), o projeto de lei que suspende os pagamentos de dívidas dos clubes de futebol durante o período de calamidade pública relacionada à pandemia do coronavírus. A proposta, de autoria do deputado Hélio Leite (DEM-PA), pretende suspender parcelamentos de débitos de clubes junto à Receita Federal, à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e ao Banco Central, previstos no Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut).

Partidas de futebol estão suspensas por conta das medidas de isolamento social e restrições de aglomerações. Ainda que retorne nos próximos meses, ainda sem previsão inicial para ocorrer com presença do público, atividade é a principal fonte de receita dos clubes. O projeto tramitou em caráter de urgência na Câmara.

Segundo levantamento da CBF, a pandemia provocou um prejuízo de R$ 4 bilhões para o setor. Em números genéricos, o futebol corresponde a 0,72% do PIB brasileiro. Ou seja, é uma atividade econômica relevante, de cerca de R$ 54 bilhões na movimentação na nossa economia“, disse Walter Feldman, secretário-geral da CBF, em entrevista ao UOL Esporte. Mais de 150 mil empregos estão ligados à modalidade.

Compartilhe