Brasil fecha 1,19 milhão de vagas de trabalho no primeiro semestre de 2020

Considerando somente o mês de junho, foram 10 mil vagas a menos, segundo o Ministério da Economia.

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Em meio à pandemia de coronavírus, a economia brasileira fechou 1.198.363 vagas de trabalho com carteira assinada no primeiro semestre de 2020, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.

No semestre, foram registrados 7,9 milhões de desligamentos e 6,7 milhões de novas admissões. No mesmo período do ano passado, o saldo – diferença entre as admissões e as demissões – havia sido positivo, com 408 mil vagas, o melhor resultado desde 2014. Apenas no mês de junho, foram fechadas 10 mil vagas de emprego formal. Em maio, haviam sido 350 mil.

No primeiro semestre de 2020, o setor de serviços foi o mais afetado, com um total de 507.708 vagas a menos. Logo depois vem o setor de comércio, com 474.511 vagas a menos. A construção teve 32.092 vagas fechadas. Já o setor da agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foi o único que abriu novos empregos formais. Foram 62.633 vagas criadas no primeiro semestre.

Compartilhe