Bolsonaro é denunciado por genocídio e crimes contra humanidade no Tribunal Penal Internacional

Ação foi protocolada por grupo de mais de 1 milhão de trabalhadores da saúde no Brasil e apoiada por entidades internacionais.

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro foi denunciado ontem (26) por crimes contra a humanidade e genocídio no Tribunal Penal Internacional, com sede em Haia, na Holanda. A ação foi protocolada por uma coalizão que representa mais de um milhão de trabalhadores da saúde no Brasil e apoiada por entidades internacionais.

A Rede Sindical Brasileira UNISaúde acusa Bolsonaro de “falhas graves e mortais” nas políticas de enfrentamento à pandemia de coronavírus no Brasil. “No entendimento da coalizão, há indícios de que Bolsonaro tenha cometido crime contra a humanidade durante sua gestão frente à pandemia, ao adotar ações negligentes e irresponsáveis, que contribuíram para as mais de 80 mil mortes pela doença no país”, diz a denúncia.

Compartilhe