Bolsonaro diz que vai provar supostas fraudes nas eleições em live desta quinta

Bolsonaro tem atacado a urna eletrônica e defende a adoção de um voto eletrônico auditável, em que urnas emitiriam comprovantes impressos após a votação.

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Contestando há meses o sistema de votação eletrônica que o elegeu, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá provar supostas fraudes no sistema eleitoral em sua live semanal nesta quinta-feira, 29.

“Nós vamos demonstrar na quinta-feira (29). A gente vai convidar a imprensa, vamos decidir o horário ainda, para demonstrar o que aconteceu no segundo turno de 2014, e também parte do que aconteceu em 2018. Que dá para você ter mais que o sentimento, a convicção que houve, sim, interferência, em 2014, e houve, sim, interferência em 2018″, disse em entrevista a uma afiliada da Rádio Jovem Pan na semana passada.

Bolsonaro tem atacado a urna eletrônica e defende a adoção de um voto eletrônico auditável, em que urnas emitiriam comprovantes impressos após a votação. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) foi propostas pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), mas não deve ser aprovada pela Câmara.

Jair Bolsonaro também atacou em diversas oportunidades, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, que em resposta tem garantido a segurança do sistema.

“Não há dúvida de que o sistema eleitoral brasileiro é seguro, transparente e auditável antes, durante e depois da votação. Diversos agentes externos e independentes – como partidos políticos, Forças Armadas, Ministério Público, Polícia Federal – podem conferir e testar a segurança e a integridade do sistema de votação”, diz o TSE.

Compartilhe