Biomédico que atuava no preparo de ‘superdrogas’ é preso em Ondina

Segundo a polícia, a droga era vendida por delivery, em bairros de classe média alta.

Foto: Divulgação/SSP

Um biomédico que atuava no preparo de superdrogas foi preso no Alto de Ondina na manhã dessa sexta-feira (16). Com ele foram encontradas 600 gramas de maconha do tipo haxixe. Além dele, outra pessoa foi presa no bairro da Federação. As prisões ocorreram dentro de uma operação de cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão realizada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) em residências nos bairros de Ondina e Federação.

“Um dos nossos alvos era um biomédico no Alto de Ondina que sabia como manusear e fazer todo o preparo dessas ‘superdrogas’, comercializadas de forma mais cara e feitas para um público elitizado. A droga foi encontrada com ele, levando à prisão em flagrante também por tráfico de drogas”, explicou o titular da 1ª Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), delegado Yves Correia.

Ainda segundo o titular da DTE, esse alvo passou a ser investigado após denúncia de tráfico. “Soubemos que ele fazia as entregas da droga via delivery em bairros de classe média alta, a exemplo de Stella Maris”, disse.

Já o diretor do Draco, delegado José Bezerra, esclarece a importância do Disque Denúncia 181 para localizar esses grupos criminosos. “É um trabalho permanente e contínuo do Draco. Estamos cumprindo semanalmente mandados de busca e de prisões contra organizações criminosas”, finalizou.

O cumprimento dos mandados está sendo formalizado na sede do Draco, onde a dupla ficará à disposição da Justiça.

Compartilhe