Bahia tenta manter escrita recente contra o Corinthians e emendar triunfos

Entre 2017 e 2020, nas quatro vezes que o Corinthians veio enfrentar o Tricolor em Salvador pelo Campeonato Brasileiro, o Alvinegro voltou para São Paulo derrotado.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Dois triunfos aqui, um empate ali. Aí ganha mais uma, depois perde. Novo empate, vence, outra derrota. O Bahia tem sido um time oscilante na temporada 2021, e neste domingo, 20, contra o Corinthians, o Tricolor vai para campo mais uma vez tentar emendar uma sequência de bons resultados. A partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro está marcada para as 16h, no Estádio de Pituaçu.

Na temporada, a maior sequência de vitórias do Esquadrão teve três jogos e aconteceu só uma vez. Em outras três oportunidades o time venceu duas partidas seguidas.

As primeiras partidas da Série A também servem como reforço da oscilação tricolor. Depois da estreia com um convincente triunfo para cima do Santos, o Bahia teve atuações ruins que terminaram em empate com o Red Bull Bragantino e derrota em casa para o Internacional. No meio de semana, o time voltou a somar pontos na competição com uma importante vitória fora de casa, diante do Ceará.

Neste domingo, pela quinta rodada, o Esquadrão tem a chance de emendar uma sequência de triunfos pela primeira vez nesta edição do torneio. Para alcançar o resultado que garantiria o time entre os primeiros colocados na tabela de classificação, Dado Cavalcanti e seus comandados só precisam manter uma escrita que existe desde o retorno do Esquadrão para a elite.

Entre 2017 e 2020, nas quatro vezes que o Corinthians veio enfrentar o Tricolor em Salvador pelo Campeonato Brasileiro, o Alvinegro voltou para São Paulo derrotado. O tabu começou com gols de Vinícius e Régis, em uma partida de afirmação da equipe que lutava contra o rebaixamento e superou o líder e futuro campeão brasileiro daquele ano.

Em 2018, Mena marcou no último minuto para alívio dos tricolores, que mais uma vez estavam na parte inferior da tabela. No ano seguinte, o encontro em Salvador foi já na estreia do Brasileirão, uma partida movimentada, com cinco gols e triunfo tricolor por 3 a 2. Por fim, na última edição da Série A, já em 2021, o Esquadrão venceu com gols de Indio Ramírez e Gilberto.

O atacante, por sinal, vive ótima fase. Ele é artilheiro do Campeonato Brasileiro, com quatro gols. Na temporada, são 15 bolas na rede, sendo cinco delas nos últimos quatro jogos. E, contra o Corinthians, o histórico de Gilberto indica boas chances de cambalhota, comemoração típica do atacante.

Com a camisa do Bahia, ele marcou duas vezes contra o Alvinegro. Antes, também foi às redes corintianas como jogador do São Paulo e da Portuguesa. Pela Lusa, fez um ‘hat-trick’: três gols no mesmo jogo no Campeonato Brasileiro de 2013.

Outro fator que aumenta a esperança dos tricolores é a fase ruim do adversário. O Corinthians, recentemente, trocou de treinador e, desde que Sylvinho assumiu, venceu apenas uma vez em seis jogos. O cartel do técnico tem ainda três derrotas e dois empates, com só três gols marcados e seis sofridos nesse período.

Rei e Conti voltam

Dado Cavalcanti teve apenas um dia de treino para trabalhar o time que vai enfrentar o Corinthians, neste domingo, em Pituaçu.

O meia Rodriguinho e o zagueiro Conti, vetados pelo departamento médico por desgaste físico no meio de semana, participaram normalmente do treinamento tático de no sábado, 19, na Cidade Tricolor, e devem ir a campo.

Antes da atividade, Dado apresentou um vídeo no qual mostrou aos jogadores detalhes sobre o funcionamento do time adversário. Depois, no tático, montou a provável equipe titular, que depois foi relaxar na hidromassagem e gelo. Enquanto isso, um grupo de reservas finalizou o treino com um trabalho técnico.

Os duelos desde o acesso tricolor

28/1/2021 – Bahia 2×1 Corinthians

28/4/2019 – Bahia 3×2 Corinthians

13/6/2018 – Bahia 1×0 Corinthians

15/10/2017 – Bahia 2×0 Corinthians

Compartilhe