Assassino de ex-assessor da Prodeb é condenado a 22 anos

O réu confesso e condenado terá que pagar uma indenização a família da vítima no valor de R$ 400 mil.

Foto: Reprodução/Google Maps

O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) condenou o autor confesso de latrocínio, Gabriel Bispo dos Santos, 23, a 22 anos e seis meses de prisão em regime fechado, pelos crimes de roubo, tortura e morte do ex-assessor parlamentar da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb) Michel Batista Santana de Sá, 35. Com informações do Correio.

A decisão publicada nesta terça-feira (1º) pelo juiz Antônio Silva Pereira determinou a absolvição de Maurício Lucas de Teive e Argolo, 45, e Itazil Moreira dos Santos, 56, ao considerar Gabriel o único culpado.

Segundo o promotor de Justiça Juarez Chastinet, adiantou que o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), que é o autor da ação penal, vai recorrer da decisão. O processo trâmita na 15ª Vara Crime.

Gabriel já cumpriu dez meses da pena no Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, ainda segundo decisão judicial, o preso vai indenizar a família da vítima em R$ 400.680,00. O valor tem o objetivo legal de reparar os danos sofridos pelos familiares.

Compartilhe