Após votação, prefeitura de Muritiba decide reabrir comércio

Um decreto regulamentando a medida foi publicado no Diário Oficial do Município.

A prefeitura de Muritiba, no Recôncavo baiano, decidiu pela reabertura do comércio local pelo período de sete dias, contados a partir desta quarta-feira (1). A decisão foi tomada após uma votação entre representantes do legislativo municipal, membros do comércio, secretários, autoridades de saúde e líderes religiosos. Um decreto regulamentando a medida foi publicado no Diário Oficial do Município.

Com a abertura, os estabelecimentos deverão cumprir alguns requisitos, como evitar a formação de filas e aglomerações, a disponibilização de produtos para higenização das mãos e o afastamento das atividades para funcionários que estejam dentro dos grupos de risco da Covid-19.

O texto do decreto ainda prevê regras para as feiras-livres realizadas na sede e no distrito de São José do Itaporã, ambas reabertas. Os feirantes deverão instalar as barracas respeitando a distância de dois metros entre as estruturas, eles também devem disponibilizar álcool em gel 70% em suas barracas e só poderão participar os feirante residentes no município.

A cidade não tem nenhum caso confirmado até o momento. Caso alguma ocorrência seja registrada, os estabelecimentos comerciais com atividades não essenciais voltarão a suspender o funcionamento. Clínicas odontológicas, bares, restaurantes, igrejas e eventos continuam com as atividades suspensas.

Compartilhe