Após dois anos de queda, assassinatos voltam a crescer no país

25.712 pessoas foram mortas no 1º semestre deste ano, no mesmo período de 2019, 24.012 perderam a vida vítimas de violência.

Foto: Fotos Públicas

Uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo mostra que o número de assassinatos no país, em queda desde 2018, voltou a crescer no primeiro semestre deste ano, quando 25.712 pessoas foram mortas no Brasil, o equivalente uma pessoa a cada 10 minutos. Esse total é 7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando 24.012 pessoas foram assassinadas no país. Pernambuco, Bahia e São Paulo são alguns dos outros estados que ajudaram a puxar a alta.

Segundo a publicação, os dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que compila estatísticas de criminalidade no país. O 14º anuário da instituição mostra também que o número de mortos em 2019 foi o menor em nove anos e o menor da década quando se analisa proporcionalmente à população.

Em todo o ano passado, 47.773 pessoas foram assassinadas no Brasil, número ainda menor do que no ano anterior, que interrompeu uma escalada de crescimento que havia tido recorde em 2017 com 64.078 assassinatos.

O índice por 100 mil habitantes do ano passado, usado para comparar a violência em diferentes regiões, foi de 22,7 assassinatos a cada 100 mil moradores em 2019, abaixo dos 30,9 registrados em 2017.

Compartilhe