Após ameaças e erros de arbitragem, VP do Bahia promete representação na CBF

Bahia e Vila Nova voltam a se enfrentar no próximo dia 9 de junho, às 19h, em Pituaçu.

Foto: Reprodução / Premiere

O vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, garantiu na última terça-feira (1º) que o Bahia fará uma reclamação formal com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre os ocorridos no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia, durante o jogo contra o Vila Nova, pela Copa do Brasil.

Durante o jogo, os membros da diretoria tricolor foram ameaçados por representantes do time da casa. Dentro do campo, a arbitragem de Jean Pierre Gonçalves foi alvo de críticas por dois pênaltis não marcados. Para Ferraz, o evento contou com um “festival de absurdos”.

“Todos esses fatos serão relatados à CBF em representações específicas, bem como será solicitada a adoção das medidas cabíveis, seja em relação aos problemas no estádio, seja em relação aos erros grosseiros da arbitragem”, escreveu, no Twitter.

A situação foi tensa por conta de discussões em lances de jogo e um dos torcedores do time goiano ameaçou diretamente o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani.

“Fique quietinho. Você conhece a Esquadrão?”, disse, se referindo a torcida organizada Esquadrão Vilanovense.

Bahia e Vila Nova voltam a se enfrentar no próximo dia 9 de junho, às 19h, em Pituaçu, como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, o Tricolor pode até empatar que segue adiante.

Compartilhe