Após aglomeração em velório, corpo de Maradona é sepultado em cerimônia íntima

Ídolo do futebol argentino e mundial foi enterrado no cemitério Bella Vista.

Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

Atendendo a desejo da família, o corpo do ídolo do futebol argentino e mundial Diego Armando Maradona foi sepultado nesta quinta-feira (26), no cemitério Bella Vista, na capital Buenos Aires. Após velório marcado por comoção, homenagens e aglomerações encerrado às 17hs, o corpo seguiu em cortejo de cerca 35 quilômetros, finalizado às 19h30.

A cerimônia de sepultamento foi reservada para familiares e amigos, mas alguns torcedores acompanham do lado de fora do cemitério. Iniciado às 6hs da manhã desta quinta, o velório de Diego Armando Maradona ocorreu na Casa Rosada, sede do governo do país vizinho. A polícia precisou dispersar o público, que formava uma extensa fila desde o início da manhã.

O atleta morreu na quarta-feira, aos 60 anos, vítima de uma parada cardiorespiratória. Maradona foi o grande nome do futebol nas duas décadas finais do Século XX. Liderou como atleta e capitão a Argentina campeã do Mundo em 1986, no México, e vice-campeão em 1990, na Itália.

Por clubes, foi destaque no Boca Juniors, para o qual torcia, e no italiano Nápoli, onde foi campeão nacional e da Copa Uefa (atual Liga Europa). Maradona vai rebatizar o estádio de Nápoles, onde decidiu a semi-final da Copa de 90 contra a Itália e dividiu a torcida local. Com informações do GE e da CNN.

Compartilhe