Anvisa deve receber pedido de uso emergencial da vacina russa Sputnik V ainda nesta semana

Expectativa da União Química é começar a produzir os imunizantes contra a Covid-19 nesta sexta.

Foto: Divulgação

Autoridades russas informaram hoje (13) que pretendem fazer o pedido para uso emergencial da vacina Sputnik V, contra a Covid-19, ainda nesta semana à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A informação é da coluna Painel, no jornal Folha de S. Paulo.

A fabricante do imunizante no Brasil, a União Química, entrou com pedido para a realização de testes clínicos (fase 3) no país, mas a Anvisa solicitou mais documentos – os quais os russos se comprometeram a enviar também nesta semana.

“Quando a Anvisa autorizar testes clínicos, vamos solicitar o emergencial”, disse Rogério Rosso, diretor de negócios internacionais da União Química.

A expectativa do laboratório é começar a produzir os imunizantes na sexta (15), em sua fábrica no Distrito Federal. O compromisso é fornecer 10 milhões de doses ao Brasil no primeiro trimestre deste ano.

A Anvisa informou ontem (12) que a reunião na qual decidirá sobre pedidos de autorização para uso emergencial, temporário e experimental das vacinas contra Covid-19 está prevista para acontecer neste domingo (17). Até o momento, há pedidos do Instituto Butantan e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Compartilhe