Afastado dos jogos do Vitória, Caique participa de campanha de goleiros

Participam da campanha nomes como Rogério Ceni, Alisson, Sidão, Fábio, Marcelo Grohe, Weverton, Dida, Fernando Henrique, Julio Cesar, entre outros.

Foto: Francisco Galvão/EC Vitória/Divulgação

Afastado dos jogos do Vitória após falhar na derrota para o Guarani, na última segunda-feira (13), o goleiro Caique participou de uma campanha que pede respeito aos profissionais da posição. Lançada na noite de quarta-feira (15), a iniciativa surgiu após episódio que envolveu o goleiro Sidão, do Vasco, no domingo (12). O jogador cruzmaltino recebeu um prêmio de melhor da partida após derrota por 3 a 0 para o Santos, na qual falhou em um dos gols. A votação era aberta ao público e ganhou tom de ironia. Após a repercussão do caso, a TV Globo anunciou que mudaria os critérios de definição do vencedor do prêmio. Participam da campanha nomes como Rogério Ceni, Alisson, Sidão, Fábio, Marcelo Grohe, Weverton, Dida, Fernando Henrique, Julio Cesar, entre outros.

“Você sabe quem somos, somos goleiros. Com muito orgulho. Desde cedo, aprendemos a voar. Nosso grande segredo é saber cair. Se os jogadores de futebol fossem atores, nós, goleiros, seríamos os mais versáteis.Fazemos como ninguém os papéis de herói e vilão, podemos mudar de personagem num estalar de dedos. Aliás, só nós usamos as mãos. Mas não desse jeito, mas assim. Sem agressão. Não nascemos para atacar. Afinal, nossa essência sempre foi e será a defesa. É por isso que estamos aqui. Por falar em mãos, muitas vezes nos aplaudem. Quantas vezes nos apontam dedos ofensivos. Dizem que somos os seres mais solitários no futebol, mas podem nos chamar de solidários. Porque treinamos desde a infância, goleiros ajudam goleiros, em cada treino, em cada aquecimento. É por isso que estamos aqui, para, juntos, pedirmos respeito. A gente sabe que pode ser marcado por uma goleada, mesmo tendo salvado muitas outras”, diz o texto.

Compartilhe