A Secretaria Municipal de Saúde alerta quanto a prevenção de acidentes com escorpiões

O aparecimento de escorpiões nas residências pode aumentar o risco de acidentes escorpiônicos (ESCORPIONISMO). Isso ocorre, principalmente, devido às modificações das condições no meio ambiente, o que favorece o surgimento, permanência e proliferação destes animais.

Os escorpiões não atacam o homem intencionalmente. O acidente geralmente acontece no momento em que a pessoa encosta parte do corpo no animal. Estão mais suscetíveis trabalhadores da construção civil, madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, crianças e donas de casa.

A melhor forma de evitar acidentes é adotar medidas de prevenção. Por isso é fundamental manter a casa e a área ao redor limpas, uma vez que o lixo e entulhos podem servir de abrigo. Também é importante ficar atento à limpeza de armários, já que ambientes escuros e úmidos servem de esconderijos para aranhas e escorpiões. Vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros, meias-canas e rodapés. Utilizar telas e vedantes em portas, janelas e ralos, é outra forma de evitar a presença dos animais peçonhentos.

Geralmente, as pessoas picadas por escorpiões podem sentir dor, moderada ou intensa, ou formigamento do local do acidente. Nos casos graves, podem ocorrer náuseas ou vômito, suor excessivo, agitação, tremores, salivação, aumento da frequência cardíaca (taquicardia) e da pressão arterial.

A Secretaria de Saúde tem realizado atividades educativas, orientando e atendendo as denúncias feitas pela população. Não existem recomendações do Ministério da Saúde quanto à dedetização de ambientes para exterminar os escorpiões. Ao contrário: existe um alerta ao aumento do risco de acidentes escorpiônicos após a aplicação pulverizada de produtos.

ATENÇÃO: As pessoas picadas por escorpião não devem usar remédios caseiros. Devem procurar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), para receber os cuidados adequados.
#PrefeituraDeCruzDasAlmas
#GovernoDoPovo
#Saúde

Compartilhe